quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

DOIS MIL É DEZ !!!


Vejam bem:

- Pré-Sal;
- Olimpíadas e Copa no Brasil recém divulgados;
- Copa do Mundo;
- Eleições;
- Redução de IPI;
- Novo aumento do salário mínimo;
- Bolsa em alta;
- Nenhuma notícia ruim.

VOCÊ SÓ NÃO CRESCE SE NÃO QUISER !!!

TREINE, LEIA, ESTUDE, OUSE, FAÇA DIFERENTE, LEVANTE CEDO, PREPARE-SE, ACIMA DE TUDO TRABALHE COM CONFIANÇA E DETERMINAÇÃO, TENHA PACIÊNCIA, PROGRAME SUAS METAS, FAÇA SEU CARTÃO DE AGRADECIMENTO (POST ANTERIOR), TENHA DISCIPLINA E MÉTODO.

Quem se preparou e acreditou no seu potencial apesar das notícias do ano que se foi, neste 2000 é dez (2010) vai colher resultados nunca antes vistos.

ESPALHE ESTA NOTÍCIA !!!! DOIS MIL É DEZ !!! NOTA DEZ !!!

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

TRÊS PASSOS PARA A FELICIDADE - TORNE-SE INVENCÍVEL !!!


Passo 1: Faça uma lista de sete motivos pelos quais você é grato (por exemplo: saúde, escolaridade, sua casa, seus amigos), escreva esta lista em um cartão do tamanho de um cartão de visitas resumidamente da seguinte forma: "Sou grato por:" (enumere os motivos de um a sete);

Passo 2: Faça uma lista de seus pontos fortes (pelo menos três), e escreva "Sou bom em:" (administração, cálculo, vendas, ajudar os outros, etc.) e escreva na mesma face deste cartão enumerando cada ponto forte seu da mesma maneira que no Passo 1. Se você não consegue identificar pelo menos três pontos fortes seus, comece a desenvolvê-los agora mesmo, sempre em alguma atividade que te dê prazer, independente da remuneração (ela virá como consequência);

Passo 3: Toda vez que sentir-se desanimado ou desmotivado, leias este cartão imediatamente mentalizando cada situação, admire cada consquista sua (pode ser material: um computador, um relógio, um celular, pode ser até mesmo um tênis !!!) Veja todos os seus detalhes, a tecnologia necessária para fabricar este objeto, os materiais, entre outras características.

Carregue sempre este cartão em sua carteira de dinheiro, não esqueça de ler com frequência ou em qualquer situação adversa.

Esta técnica predispõem nossa mente primeiro para coisas que já conquistamos e depois para nossos pontos fortes, estes passos aliados a metas pessoais o tornará invencível e o sentimento negativo se dissolve imediatamente.

Lorenzo Busato

Baixe grátis o livro Marketing & Criatividade Casos Práticos no site www.gruposupera.com.br, diversos casos reais de consultoria e ferramentas práticas para uso imediato.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

VENDAS DE NATAL EM SUPERMERCADOS


Fim de ano é época que naturalmente as vendas de supermercados aumentam "por conta própria".
Como potencializar estas vendas aumentando o ticket (compra) média e desestressando os consumidores?

O conceito é expor os produtos como sugestão de consumo:

- Macarronada: massas + molho pronto + azeite de oliva + queijo ralado (+ vinho no meu caso);

- Café da manhã: pão + queijo + presunto + queijo processado ou requeijão cremoso + café + xícaras + o que sua criatividade mandar.

Algumas dicas práticas:

- Use e abuse das "réguas de impulso" como chamo ou "clip strip" como os gringos chamam, são aquelas tiras com envelopes de queijo ralado que encontramos ao lado dos macarrões (ou massas). Estas réguas estimulam e facilitam a decisão do consumidor ao passar pelos corredores.

- Ao longo da fila do açougue coloque: carnes e cortes pré-embalados, degustação, acessórios para churrasco, temperos, pão de alho, são grosso, etc.

- Ao longo da fila da panificadora, seguimos o princípio do café da manhã como dito acima.

- Fila do caixa, idem.

- Seção de FLV (feirinha): temperos para sopas, espremedores de limão e de alho, descascadores, informações nutricionais dos produtos tipo : "Você sabia que a beringela reduz o colesterol?"

Resumindo, aumente o ticket médio mediante a compra por impulso e produtos de consumo conjunto. Se o clima é de festa sua loja deve estar com este clima não só na decoração, mas também na exposição de produtos.

Por que não colocar um coral de Natal no mercado? Ou improvisar este coral com os cantores vestidos como consumidores e de surpresa começam a cantar no meio do povo?

Gostou das idéias? baixem o livro Marketing & Criatividade Casos Práticos no site www.gruposupera.com.br, é gratuito em tem vários casos reais de consultoria e muitas ferramentas práticas para sua empresa.

A tempo: não esqueçam de forma alguma de incluir seus colaboradores nesse clima, eles é que vão fazer a diferença do dia-a-dia, seus clientes vão voltar na sua loja por causa deles.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

MEGA VITRINE



Tomo a liberdade de colocar algumas fotos da cidade de Pato Branco (65.000 hab) (sudoeste do Paraná), melhor do que eu falar, vejam as fotos da praça central da cidade.
Mais que isso, na praça existe uma agenda com as atrações diárias até o Natal.
Qual o efeito disso?
Milhares de pessoas se deslocam para o centro da cidade de dia e a noite para ver os enfeites iluminados e é claro que acabam consumindo no comércio local.


Além disso, em um raio de 100 km de Pato Branco temos uma população de mais de 300.000 habitantes das cidades vizinhas que vem visitar as atrações de Natal da cidade para alegria dos comerciantes.


E as vitrines das lojas? E a sua vitrine? Vai deixar passar mais um Natal em branco com vitrines sem graça ou aproveitar o otimismo de final de ano e encantar seus clientes?


Mais do que um feriado o Natal nos remete a lembranças do tempo de criança, da reunião da família, de onde só lembramos dos pontos positivos das pessoas e não se falava em crise, por mais simples que fosse o Natal. O que realmente interessava naquela época era a magia, que está impregnada até hoje em nosso subconsciente.

Capriche no visual de sua vitrine e faça parte dessa corrente mágica, com uma boa dose de criatividade pode-se fazer verdadeiras obras de arte em vitrinismo.

Só para lembrar, vitrine se faz também em: farmácias, postos de combustíveis, supermercados, hotéis, restaurantes, etc, etc, etc...

Bem até em cidade se faz... veja e siga o exemplo de Pato Branco.

Quer mais dicas de criatividade? baixe gratuitamente o livro Marketing & Criatividade Casos Práticos no site www.gruposupera.com.br

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

RESUMOS E TRADUÇÕES DE LIVROS GRÁTIS.

Indico este site para quem gosta ou precisa de resumos e traduções de livros, além disso há muito conteúdo interessante. Os meus resumos são:

A Lei da Atração, O Segredo Colocado em Prática, de Michael J. Losier;
Vamos às Compras, A Ciência do Consumo, de Paco Underhill (IMPERDÍVEL!!!);
Marketing & Critividade, Casos Práticos (este é meu!).

Espero que gostem da dica, no link abaixo você acessa meus resumos e pode navegar nas diversas categorias.

http://pt.shvoong.com/portfolio/MyProfile/

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

NÃO CAIA NA ARMADILHA !!!


Toda empresa começa com uma boa idéia e uma dose generosa de motivação por parte do empresário, e algumas vezes a empresa dá certo e começa a crescer.

Até aqui tudo bem, mas o que acontece na sequência?

Aquele empresário criativo do início começa a acumular funções e acaba cometendo um erro gravíssimo com o qual me deparo todos os dias: cai na armadilha do operacional.

O que vem a ser isto? Existem duas atribuições a funções em uma empresa, o gerencial e o operacional, na fase de criação, planejamento de vendas, entre outras atividades, o empresário está sendo gerente de sua empresa, depois quando faz o controle das vendas, produção e custos com gráficos de tendências e índices, também está exercendo a função de gestor ou gerente da sua empresa.

O que acontece na armadilha operacional? Como a empresa cresceu e o empresário continua centralizando várias atividades vemos ele fazendo coisas como: indo ao banco todos os dias (será que alguém faz isso ainda?), fica horas faturando mercadorias, fica andando pela loja o dia todo (é importantíssimo fazer isso mas não toda hora), não delega funções para ninguém, fica na cozinha em cima do pessoal (caso de restaurantes), deixa de qualificar seus colaboradores (porque ele sempre está de olho... ), existe uma lista de absurdos muito maior que esta.

Vejam que existe uma linha tênue entre as duas funções, em empresas pequenas e iniciantes é óbvio que o empresário tem de exercer as duas funções (operacional e gerencial) mesmo porque para cobrar e mandar ele tem que saber como fazer. A armadilha consiste em ocupar 100% do tempo em funções operacionais e deixar de planejar e gerenciar a empresa.

O maior perigo desta armadilha é que o seu concorrente pode estar fazendo a coisa certa e um dia você vai se incomodar com ele.

Solução: tire um período do dia, da semana, do mês e do ano para revisar seu planejamento estratégico, por menor que seja este período, vai fazer toda a diferença. Se precisar peça ajuda para um amigo seu ou um consultor que irá cobrá-lo (a execução do planejamento e os honorários é claro).

O que? você não tem um planejamento estratégico? CAIU NA ARMADILHA !!!

Quer mais dicas? Visite nosso site www.gruposupera.com.br, baixe gratuitamente o livro Marketing & Criatividade Casos Práticos.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

MARKETING ATRAVÉS DA LIDERANÇA


Para variar vou tocar no assunto marketing com um ponto de visão diferente de: promoções, propaganda, etc, etc...

Para um bom atendimento, organização, agilidade e comprometimento de uma equipe de vendas sempre precisaremos de uma liderança bem posicionada, senão acabamos igual aqueles pais vendo o filho marchar em seu pelotão no quartel e dizendo: "Veja só o nosso filho que marcha direitinho!".

Primeiro ponto: como dizia (e diz) Jack Welch (Ex CEO da GE) em seu livro Paixão por Vencer (Winning), que recomendo a todos os líderes (e candidatos): QUAL É A MISSÃO DA SUA EMPRESA? Uma empresa sem uma diretriz firme e conhecida por todos os colaboradores não inspira confiança e determinação a ninguém.

Outro ponto: Quem é o líder?
Estar líder é uma coisa: te colocam na função em pronto, no seu crachá diz GERENTE DE VENDAS ou algo mais pomposo, mas não garante nenhuma liderança sobre seu time.

Ser líder é o desejado, algumas pessoas conquistam a liderança mesmo sem o cargo, vamos ver algumas características de um bom líder:

CREDIBILIDADE:

O líder tem que ser uma pessoa reconhecida como competente, que age dando exemplos, com postura, que acompanha os resultados da equipe e mostre para a equipe que pode fazê-los progredir.
O bom líder é aquele que faz as pessoas crescerem.
Bons resultados, diga: nós fizemos, divida os créditos com sua equipe.
Maus resultados, diga eu falhei, nunca coloque a culpa na equipe, se ela é fraca é porque você foi fraco.

ORGANIZAÇÃO:

O líder tem que ter acompanhamento dos desempenhos e indicadores diariamente e mostrar isso para a equipe (por que vou me esforçar se meu chefe nem dá bola?), toda vez que solicitar algo para alguém faça um follow-up (acompanhamento agendado).

ENTROSAMENTO:

Peça a opinião para sua equipe sobre problemas a serem resolvidos, envolva-os e surpreenda-se com os resultados!

A velha máxima da liderança: "ELOGIE EM PÚBLICO E REPREENDA EM PARTICULAR" por incrível que pareça ainda tem gente que faz ao contrário ou nunca elogia. (mande um email elogiando um resultado, dê os parabéns em uma reunião, faça uma lembrança por resultados atingidos, use sua criatividade e não tenha medo de elogiar).



NEUROLINGUÍSTICA:

Como está sua postura com sua equipe? Você fala olhando nos olhos? (leia a linguagem corporal de seus subordinados, um desvio de olhar diz muita coisa). Nunca deboche de um colaborador, sarcasmo também é proibido para líderes, ao invés disso, chame-o para uma conversa, pergunte qual é a dificuldade, oriente-o e estabeleça um prazo para melhorias, depois disso se o resultado não vier você terá de exercer a pior atividade de um líder, a demissão.

PACIÊNCIA:

Não é exagero, mais um percentual muito pequeno da população tem a mesma iniciativa, criatividade, proatividade e comprometimento que você, então entenda isso e tente estimular estas qualidades em sua equipe.

A atividade de liderança é de extrema responsabilidade e pode transformar empresas e resultados (para melhor ou para pior), você está lidando com pessoas, sentimentos, relacionamentos e aspirações.

Leia muito sobre o assunto, informe-se e principalmente SEJA UM EXEMPLO para sua equipe, você até pode errar, mas se cuidar dos pontos acima mencionados, sua equipe estará pronta para lutar junto com você.

Assista o vídeo do prof. Marins " Liderança pelo Exemplo " e leia Paixão por Vencer de Jack Welch, certamente irá te ajudar.
Em tempo: assista e leia, mas coloque em prática.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

PROPAGANDA ENGANOSA

Propaganda enganosa é crime !!!


video



video

Baixe GRÁTIS o livro Marketing & Criatividade Casos Práticos no http://www.gruposupera.com.br

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

O PODER DO SEXO NAS VENDAS



Antes de pensar que eu também apelei para este tema, esclareço:
Segundo o instituto de pesquisa Nielsen em diversos segmentos do varejo quando a mulher não é a compradora é a decisora da compra em muitas situações e produtos, alguns exemplos:

Roupas.

Comportamento do homem quando compra suas roupas (isso QUANDO compra...): Por algum motivo ele se interessa em ver uma vitrine e entra na loja (primeiro milagre), logo localiza o que estava procurando e vai correndo direto para o expositor ver as opções (normalmente alguma calça idêntica a que ele tinha que já está sem condições de uso), a vendedora ou vendedor lhe ofereçe para provar a peça, entra no provador (vulgo câmara de tortura, cubículo, solitária, sauna, etc.) e quando está sem calças aparece o vendedor com um sapato que combina, cinto, etc.
Nesta hora nosso comprador já está suando um monte e se apressa em provar a calça, se couber, ótimo, compra logo diz que não quer mais nada hoje e sai correndo da loja, esta peça de roupa tem grandes chances de ficar para sempre do seu roupeiro (isto quando ele não leva a esposa para decidir a compra junto na loja).

Comportamento da mulher quando compra suas roupas (em qualquer dia, hora ou ocasião): Como sempre estão vendo vitrines, algo a atrai e entra na loja, pede para baixar uma prateleira inteira de blusas, prova umas dez (no mesmo provador que o homem usou, mas com uma tranquilidade budista), quando a vendedora abre o provador com mais opções para combinar ela adora e prova tudo. Ao final da prova diz que vai dar mais uma olhadinha e volta (e volta mesmo), compra o que lhe interessa (sempre peças diferentes das que já tem) e talvez mais algum acessório indispensável (que os homens nunca notam, mas elas não compram para eles mesmo, e sim para as outras mulheres notarem).

Esta diferença de comportamento entre outras tantas estão bem descritas no livro do Paco Underhill chamado Vamos as Compras, recomendo a leitura.
Sem querem discriminar, as diferenças são genéticas e bem antigas, desde os primórdios da civilização que o homem cumpre um papel de caça (objetivo e focado) e a mulher porteje a prole (visão periférica para defender-se de predadores).
E cada vez mais as mulheres estão ganhando o mercado de trabalho aliando os dois hemisférios do cérebro, usando seu cérebro multitarefa e disciplina junto com uma visão mais focada e objetiva.
Ficam pontos a pensar: O que você faz na sua loja para agradar estes dois perfis tão diferentes? Você venderia um carro para uma mulher mostrando o motor e o aro das rodas? Nós homens conseguiremos um dia ver tv e conversar ao mesmo tempo?
Os tempos estão mudando e tem gente que não enxerga ou não quer enxergar...

Mais idéias GRÁTIS  no Marketing & Criatividade Casos Práticos (para download) baixe o seu AQUI.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

ESTAMOS NO TOP BR!


Estamos no mecanismo de busca TOPBR devido ao altíssimo número de downloads do livro Marketing & Criatividade Casos Práticos e a leitura de nossos artigos.
Isso é reflexo do crescente interesse dos gestores em aprimorar e aplicar técnicas simples de marketing para alavancar seus resultados.
Agradecemos a todos que nos acompanham.
Lorenzo Busato

sábado, 12 de setembro de 2009

PALESTRA SEMANA ACADÊMICA FAMA



A palestra foi um sucesso! diversos downloads do ebook Marketing & Criatividade Casos Práticos, bela participação dos alunos e professores da FAMA Faculdade de Matelândia.
Desejo muito sucesso e um ótimo futuro para este empreendimento ousado no oeste paranaense, é deste tipo de empreendimentos que precisamos no nosso País.

Estamos à disposição para realizar esta palestra (Marketing & Criatividade Casos Práticos) em sua faculdade.

Para faculdades já palestramos sobre marketing para:
Turma de Secretariado (UNICS/Palmas) tema: marketing pessoal;
Turmas de Administração (FAQ/Quedas do Iguaçu) tema: marketing e criatividade;
Turmas de Direito (UNICS/Palmas) tema: marketing profissional para advogados;
Semana de Administração (FAG/Cascavel) tema: marketing e criatividade;
Turma de Administração (UNICENTRO/Laranjeiras do Sul) tema: marketing e criatividade;
Turmas de Administração (UNICS/Palmas) tema: marketing e criatividade;
UNOESC (Santa Catarina) tema: marketing e consultoria.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

O PAINEL DE CONTROLE DAS VENDAS


Assim como os aviadores conduzem suas naves mesmo em tempos nublados através de instrumentos, uma das ferramentas dos gestores de vendas (e aqui incluo os próprios vendedores) é o painel de controle. Como já dizia um antigo comercial da PIRELLI: " Potência não é nada sem controle ".
O painel deve ser simples, ser atualizado diariamente e pode ter diversos modelos (velocímetros, termômetros, símbolos. Quanto mais atrativo, mais eficiente) e conter indicadores práticos que dependem de cada ramo como por exemplo:
Postos de combustíveis: volume de vendas de cada combustível (meta mensal, meta diária e divergência da meta), ratio (ou razão, percentual) de vendas de lubrificantes versus o volume vendido de combustíveis, vendas da conveniência (pode-se abrir por grupos ou famílias de produtos da conveniência, priorizando-se os mais rentáveis), vendas de acessórios e filtros.
Farmácias: meta mensal, venda diária projetada, divergência da meta diária, percentual de vendas de genéricos+similares (mais rentáveis), termômetro de vendas (gráfico de barras onde cada barra é um vendedor e sua altura é a venda diária), ticket médio (compra média por cliente), recebimentos de vendas a prazo, etc.
Lojas de móveis: metas, vendas diárias, etc, etc. Itens vendidos por vendedor (para estimular a venda adicional ou complementar), venda por metro quadrado, por vendedor, etc.

Enfim, quando colocamos estas informações visíveis e atualizamos diariamente, a venda começa antes mesmo dos vendedores sairem de casa, eles já saem com um "número" na cabeça e seu subconsciente já está trabalhando para descobrir de que forma vão atingir este número.

E este painel serve também para prestadores de serviços como médicos, dentistas, consultores, igrejas (algumas já utilizam), entre outros profissionais (com P maiúsculo).

Lembre-se "quem falha em planejar, planeja em falhar" (não lembro o autor), use o painel de controle em sua empresa e surpreenda-se com os resultados, seus colaboradores começarão a "usar a cabeça" ao invés de somente fazer o trivial e novas e criativas soluções e mercados começarão a surgir bem diante dos seus olhos...

para mais dicas sobre vendas siga-me no tweeter http://twitter.com/lsbusato

terça-feira, 25 de agosto de 2009

LIVRO MARKETING E CRIATIVIDADE CASOS PRÁTICOS


Lançamento do Ebook Marketing & Criatividade Casos Práticos, o download é gratuito.
Uma nova visão do marketing com abordagens simples, criativas e diretas está disponível para download no site da consultoria grupo supera (www.gruposupera.com.br).
Você encontrará vários casos práticos de utilização de ferramentas de marketing de forma que você nunca viu ! são oito casos práticos e uma análise da teoria de marketing de forma criativa e útil para qualquer empresa.
O autor é o Eng Lorenzo Busato que trabalhou em empresas como ESSO Brasileira, AmBev, BrasilTelecom e Pirelli, tem vasta experiência em consultoria em marketing e vendas.

Baixe no site www.gruposupera.com.br é GRATIS!!
SuperFinder



Coloque a palavra-chave do item
 que você deseja encontrar.

Buscaki Diretório

target="_blank">alt=" Esse site foi coroado pelo BuscaKi" border="0">


Busca na web
Aonde.com - outros serviços: Download, Jogos e BuscaUrl

terça-feira, 4 de agosto de 2009

OS SETE PECADOS CAPITAIS E A PROPAGANDA

Você certamente já ouviu falar nos sete pecados capitais, mas o que isso tem a ver com propaganda? TUDO !!!
Assistindo a uma série na TV sobre este tema refleti como estes pecados são utilizados exaustivamente nas propagandas, vamos ver como:

GULA: São cerca de 22 horas e você está assistindo TV quando passa uma propaganda de uma churrascaria com aquela picanha suculenta sendo fatiada, você já jantou, mas dá aquela vontade enorme de comer um pedacinho daquela picanha, e os vídeos que estão sendo utilizados em TV de LCD nos restaurantes e lanchonetes, mostrando em câmera lenta um sanduiche sendo montado com o hamburger grelhado na hora e a fatia de queijo se derretendo toda. Se isso não despertar a gula então não sei o que desperta!!!

INVEJA: É o sentimento do: "Eu também quero!" ou "Ele tem, não posso ficar atrás!". A indústria automobilística entre outras usa esse pecado instigando as pessoas a terem o carro a qualquer custo, nem que seja em 60 vezes!

ORGULHO: É a sensação de ser melhor que os outros, vide marcas famosas do segmento "premium" como alguns automóveis, alguns cartões de crédito, bancos com atendimento "VIP", etc.

AVAREZA: Não posso perder a qualquer custo! É só meu! É o exagero do apego a bens materiais e a informações, a sensação de deter o poder. Este exemplo cabe também na liderança onde o líder "segura" informações consigo mesmo para ninguém superá-lo.

PREGUIÇA: Aqui vende-se o desejo de não fazer nada ou de fazer com o mínimo esforço. Algumas especialidades médicas usam muito isso em propagandas do tipo: corpo novo sem esforço, emagreça sem esforço.

IRA: Demonstrada em comerciais porque chama a atenção, situações de vingança, trânsito, entre outras onde aparece exacerbada a agressividade humana como captador de atenção na propaganda.

LUXÚRIA: Este deixei por último porque é muito evidente: propagandas de cerveja (99,99% utilizam corpos femininos perfeitos para chamar atenção do público alvo, os redondos).
Resumindo, os meios para as propagandas chegarem em nossa mente são "atalhos" que os anunciantes pegam nos anseios e fraquezas humanas, se é ético ou não, ainda ninguém se pronunciou.

Da próxima vez que assistir TV preste atenção nas propagandas para identificar quais utilizam os sete pecados, selecione melhor seus fornecedores e eduque seus filhos a reconhecerem o que é preciso ter e o que é supérfluo (7 pecados).
lorenzo busato

segunda-feira, 27 de julho de 2009

URGENTE !!! PRECISA-SE DE IDÉIAS !!!




Conversando com uma equipe de vendas de alimentos em um sábado pela manhã, novamente ouvi justificativas sobre mercado, falta de dinheiro, entre outras notícias que a mídia nos bombardeia diariamente.

Bem, para resumir preparei de antemão uma apresentação para este povo que atende supermercados, mercearias e outros varejos de alimentos mostrando alguns números interessantes de clientes do seu ramo (supermercados) que estão atingindo números de crescimento fora de qualquer estatística pessimista (e otimista) neste primeiro semestre de 2009, algo como 40%, 26% de crescimento (e sem inadimplência...).

Que mágica é esta?

Aí comentei alguns exemplos de ferramentas que utilizamos para melhorar as vendas destes clientes como: avaliação da limpeza e organização do ponto de venda, iluminação, exposição organizada de produtos, venda por impulso (colocação de produtos afins próximos na área de vendas, por exemplo: garrafa térmica perto dos cafés). Não vou me alongar demais com exemplos.

Todos ficaram perplexos! Cadê as promoções mirabolantes com sorteios de casas e carros? Não precisa, pode até ajudar, mas se o varejista continuar tratando sua equipe como "peãozada" só vai ter resultados de "peãozada", aí entra participação nos lucros, acompanhamento, avaliação de desempenho, treinamento, etc, etc, que todo mundo sabe e poucos fazem.

Resumo da ópera: Quem nestes tempos mais competitivos (nota fiscal eletrônica, margens estreitas, etc) não fizer nada diferente, vai continuar a não obter nada de diferente.

Aconselhe sua equipe de vendas a olhar o negócio de seus clientes um pouco mais a fundo, dando dicas, aprendendo boas práticas com clientes que já fizeram e deu certo, aos poucos você terá uma equipe de consultores de verdade e seus clientes vão aguardá-los com ansiedade em sua próxima visita esperando mais idéias e novidades que os ajudem a vender mais e melhor.

É claro que depois dessa qualificação toda vem a retenção de seus talentos, mas isso é assunto para uma próxima oportunidade...

lorenzo busato

sexta-feira, 17 de julho de 2009

MAIS UM DEPOIMENTO DE CLIENTE - REDE STOP















"Quero manifestar meu agradecimento por sua ajuda no meu crescimento pessoal e profissional no período que ministrou suas palestras para equipe da Rede Stop.
Coloco em prática várias ações e técnicas aprendidas com o senhor Lorenzo Busato.
Agradeço em meu nome e em nome de toda a equipe REDE STOP". Ronaldo Pohl - Gerente

Rede STOP Auto Posto, rede de postos de combustíveis, lojas de conveniência com distribuição própria e administração centralizada. Seu sucesso é baseado em treinamento, participação nos lucros para todos os funcionários e na qualidade de sua equipe.

Materiais desenvolvidos: Treinamentos no posto escola, manual do funcionário, apostila para futuros gerentes com o seguinte conteúdo: liderança, produtos, segurança de operação, marketing, competitividade, merchandising, técnica de vendas, técnica de atendimento para postos de serviço, conveniência, recrutamento e seleção e ética.

sexta-feira, 3 de julho de 2009

NOSSO CLIENTE ENTRE OS 500 MELHORES DO BRASIL


Parabenizamos o Supermercado SuperPalmas (de Palmas-PR), pois neste ano ficou entre os 500 maiores no ranking da ABRAS (Associação Brasileira dos Supermercados). Este ranking representa o mais importante termômetro para o governo e a sociedade em geral avaliarem a amplitude e a força do segmento supermercadista.

Tradicionalmente publicado pela revista SuperHiper, este trabalho, com reconhecimento nacional e internacional, tem como principal objetivo conhecer e entender cada vez mais o setor supermercadista brasileiro e possibilitar a cada empresa acompanhar sua evolução, tecer comparações em relação à concorrência e, inclusive, planejar seu desenvolvimento.

Através de trabalhos de gestão de custos e programas de qualidade e participação nos lucros aos seus funcionários, destacamos esta empresa como uma das mais organizadas que nossa consultoria já atendeu, e não é por isso que a empresa está parada, ainda outros programas estão para ser implantados durante nosso planejamento estratégico.

Parabenizamos o comprometimento e iniciativas da diretoria desta empresa e também aos seus colaboradores que fazem acontecer todas estas estratégias de excelência!


quarta-feira, 1 de julho de 2009

PARABÉNS A NOSSA CLIENTE - FARMÁCIAS AVENIDA


A farmacêutica e empresária Márcia das Graças Aires Valenga Krindges foi eleita Mulher Empreendedora 2009 pela Câmara da Mulher Empreendedora, recebendo a premiação em Curitiba no dia 05 de Março, em solenidade que reuniu mais de 1000 pessoas.
É um reconhecimento pelos resultados, iniciativas e pela gestão não só das empresas como das pessoas que compõem sua equipe.

Segue o depoimento da empresária sobre nosso trabalho de consultoria em suas empresas (Rede de Farmácias Avenida de Francisco Beltrão-PR):

"No início de 2007, optei por reorganizar minha empresa, sou farmacêutica, trabalho a 20 anos no ramo porém comecei com uma loja pequena, onde eu fazia todas as funções. Sempre tive claros os meus objetivos de ter uma rede de farmácias, hoje são 7 lojas, porém minhas necessidades iam além do número de lojas, precisava padronizá-las, ter controle informatizado e treinar meus funcionários para trabalharem em uma rede, depois de conversar com vários profissionais optei pelo Grupo Supera e o consultor Lorenzo Busato que trabalhou conosco de maio de 2007 a junho de 2008, hoje vejo todo o diferencial que isso proporcionou, ele nos auxiliou na interligacão das lojas, na confecção de POPS, na organização do financeiro, na layoutização das lojas, e principalmente no treinamento intensivo dos funcionários.

Recomendo a consultoria e em especial este profissional, porque tenho claro que nós empreendedores sabemos exatamente o que queremos, porém nem sempre estamos preparados de como fazê-lo, e o consultor nos orienta de maneira profissional como exige o mercado de hoje.
Para minha empresa valeu o investimento, hoje estou totalmente pronta para crescer no mercado, vale a consciência que agora estou colhendo os resultado da consultoria, porém foi pensando no futuro que fiz este trabalho,pois e lá que minha empresa vai estar e crescer".

Marcia das Graças Aires Valenga Krindges, proprietária da Rede de Farmácias Avenida de Francisco Beltrão/PR.

Técnicas utilizadas: Gerenciamento da Rotina do Trabalho, treinamento, avaliação de desempenho, layout, check-list, cliente oculto, calendário promocional.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

REPOSICIONAMENTO EM VAREJO


O maduro mercado dos bens de consumo não parece deixar espaço demais para um forte crescimento. Mas, com as táticas de marketing adequadas, nada é impossível...


"corte de custos funciona igual veneno, dependendo da dose mata !!! dependendo cura !!!

em épocas de crise muitos cortam custos como: publicidade, força de vendas, matérias-primas, pessoal, depois disso o produto sofre rejeição e a crise vem... depois só resta cortar o pescoço..." (comentário de lorenzo busato)

O artigo: Driving growth in consumer goods da consultoria de negócios McKinsey Quarterly apresenta uma pesquisa sobre 480 lançamentos de produtos nos EUA. O objetivo: Detectar as táticas de marketing mais apropriadas para potencializar as vendas. Em princípio, podem distinguir-se 5 táticas de marketing para produtos de consumo em massa:

1) Inovação tecnológica: Lançar um produto de características técnicas completamente inovadoras.
.
2) Inovação incremental: Realizar alguma melhora sobre um produto existente para oferecer um maior valor aos consumidores. Por exemplo, adicionar vitaminas a uma barra de cereal.
.
3) Extensão da linha de produtos: Oferecer uma nova variedade de um produto existente sem que tenha uma verdadeira melhora do produto base. Exemplo: oferecer um novo sabor de sorvete.
.
4) Reposicionamento de produto: Apontar a novos consumidores para um produto existente. Outra alternativa, promover novos usos para um produto. exemplo: re-posicionar um iogurte como sobremesa.
.
5) Pôr preços Premium: Fixar o preço de um produto uns 20% acima da média de sua categoria, acompanhado de uma adequada comunicação, pode servir para posicioná-lo como Premium.

Qual é a tática mais efetiva?: Segundo a pesquisa de McKinsey, a evidência indica que os maiores retornos surgem das inovações tecnológicas. Em 2002, P&G (HISTÓRIA) lançou sua almofadinha elétrica portátil ThermaCare, um grande exemplo de inovação exitosa. Em 2003, já tinha gerado mais de 60 milhões de dólares de rendimentos.
.
No entanto, estas inovações são excepcionais e arriscadas
(de fato, requerem muitos anos de investigação). Uma tática eficiente e mais simples é uma combinação entre inovação incremental e re=posicionamento de produto. Isto é o que fez Yoplait quando modificou levemente um de seus iogurtes e o re-posicionou como sobremesa sob o nome de Whips.

A empresa também lançou Nouriche, que não era mais do que um de seus iogurtes existentes enriquecido com vitaminas para atrair consumidores preocupados pela saúde. As vendas destes dois produtos cresceram 4 vezes mais rápido que o resto dos iogurtes... Em definitiva, advertem os pesquisadores de McKinsey, inclusive no maduro mercado do consumo em massa existem oportunidades de crescimento, principalmente, através do re-posicionamento de produtos existentes.


(artigo originalmente publicado no porta sdr (www.srd.com.br))

sexta-feira, 19 de junho de 2009

COMO CRIAR UM PLANO DE REMUNERAÇÃO

Primeiro ponto: Não existe receita pronta, eu considero que quem trabalha com vendas obrigatoriamente tem que ter remuneração proporcional ao seu desempenho e quem trabalha em produção pode afetar diretamente a produtividade de uma linha ou equipamento.

Algumas considerações:

- Em que ponto está sua empresa?
Já atendi empresas que davam comissões demasiadas me deixando quase sem opção para trabalhar motivação na equipe, neste caso trabalhamos com check lists e concursos diversos (eram várias lojas) para trabalhar o ego das equipes, mas isto depois de um certo tempo de treinamento onde obtivemos comprometimento, não adianta implantar um plano ou campanha sem o comprometimento da equipe que ela poderá "sabotar" a campanha facilmente.

- Qual o tipo de acompanhamento que você tem?
Comissão, prêmios, concursos sem acompanhamento diário quase não surtem efeito, caem no esquecimento e os funcionários já não se esforçam tanto, mesmo sendo comissionados.
Neste caso devemos criar campanhas de vendas focando por exemplo: clientes novos abertos, número de pedidos vendidos com tabela cheia, lucratividade, margem de contribuição por vendedor, campanha para uma linha de produtos ou mix especifico entre outros (como por exemplo no setor de farmácias onde temos linhas de produtos mais rentáveis que outras, ou em postos de combustíveis onde um aditivo tem uma margem absurdamente maior que os combustíveis).
O que chamo de "painel de controle" deve ser atualizado de preferência diariamente e colocado em um local visível para todos os funcionários. Aqui vale utilizar gráficos de barras comparativos entre os funcionários aonde a altura da barra representa itens ou valores vendidos diariamente.

- Você tem uma rede de lojas (leia-se supermercados, farmácias, postos de combustíveis)?
Crie comparativos de desempenho para que as lojas possam competir entre si (de novo lembro que as equipes devem ser trabalhadas antes) meça estes comparativos e divulgue com frequencia (agora sem trema). Crie um fator motivacional para os primeiros do ranking que você formará (pode ser em dinheiro ou simplesmente medalhas ou troféus), no final do período (semestre ou ano) premie a melhor do ano (ou período), mas não se esqueça de divulgar isso em jornais locais (documenta, valoriza os ganhadores e sua empresa).

- Você tem seus custos controlados e acompanhados?
Isso possibilita remunerar a equipe ou gerente pelo lucro gerado, em algumas empresas fazemos um mix de remuneração pelo lucro (vendas - custos) mais um medidor de desempenho (check list), pode-se jogar este número em uma tabela para definir qual será a premiação naquele mês (ou ano). Dessa forma todos cuidarão de suas vendas mas também de recebimentos e dos custos operacionais da empresa se tornando mais comprometidos com a empresa como um todo.

Quer mais idéias?
Nos escreva, ( busato@gruposupera.com.br ) será um prazer tirar dúvidas e dar sugestões para que você forme uma equipe comprometida e desfrute também seu efeito colateral: em sua comunidade sua empresa será procurada por pessoas competentes querendo trabalhar para você quando souberem que quanto mais resultados produzem, mais ganham.

OBS.: Suas dúvidas serão respondidas sem custo algum, mas se você quiser que eu dê resultados numéricos para sua empresa, eu também quero minha remuneração variável ;-)

Abs.
Lorenzo Busato

terça-feira, 16 de junho de 2009

ANVISA LIBERA E SETOR FARMACÊUTICO VOLTA A USAR BRINDES


A indústria farmacêutica está liberada para usar brindes institucionais após decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). A partir de amanhã, dia 16, os brindes podem ser oferecidos com a marca do laboratório e não dos medicamentos. Apesar da proibição iniciada em janeiro deste ano, a regulamentação final da RDC 23/09, Instrução Normativa 05/09, informa que a ANVISA liberou o uso do brinde.

Apesar da liberação, agências e representantes do setor farma questionam a eficácia de algumas normas. As celebridades não poderão mais estrelar comerciais consumindo um remédio - mesmo que este não precise de prescrição médica - sem ler as mensagens de advertência. Além disso, peças de 30 segundos deverão destinar 12 para as mensagens, o que inviabilizaria o comercial de 15 segundos.

A indústria farmacêutica e as agências conseguiram que a proibição da veiculação de comerciais de medicamentos na TV em intervalos de programas para crianças ou adolescentes seja válida somente para atrações infantis. Mesmo com as restrições feitas, o mercado farmacêutico brasileiro é saudável segundo dados da IMS Health, que monitora o setor. Entre maio de 2008 e abril de 2009, a indústria movimentou R$ 27.282 bilhões, 11,59% maior que o mesmo período entre maio de 2007 e abril 2008.

Mundo do Marketing: Publicado em 15/06/2009

quinta-feira, 4 de junho de 2009

MARKETING ECOLÓGICO !?!?


Esta semana estive em um supermercado no interior de Santa Catarina para comprar um vinho (estava quase zero graus!) e assitir o Timão na TV, quando paguei a conta pedi uma sacolinha e me informaram que não podiam mais fornecer sacolinhas plásticas somente vendiam sacolas ecológicas do próprio mercado.

Como eu não sou da cidade (estava antendendo um cliente lá e iria para o hotel), fiquei imaginando caminhando a noite pela cidade com uma garrafa de vinho debaixo do braço, foi o que fiz, coisa estranha mas paciência...

No caminho fui pensando: e as sacolinhas que todo mundo usa como lixo em casa? Já que os mercados não podem mais fornecer, todo mundo vai ter de comprar os sacos de lixo (PLÁSTICOS) no mesmo mercado, ou a tal da sacola ecológica.

Já que os mercados vão economizar nas sacolinhas, cadê o desconto para os clientes que tem que comprar a sacola ecológica, ou os sacos de lixo?

E os sacos de lixo que teremos que comprar vão para aonde? Se desintegram e desaparecem ou poluem da mesma forma que as sacolinhas?

De qquer forma me senti, de novo, no prejuízo, não sou contra a preservação do meio ambiente mas essa não dá pra engolir...

terça-feira, 26 de maio de 2009

NOVO DEPOIMENTO DE CLIENTE DO GRUPO SUPERA

Depoimentos como este e como os que temos no site www.gruposupera.com.br são uma maneira de tangibilizarmos o marketing de serviços, segue novo depoimento de uma rede de lojas de móveis e eletrodomésticos que em breve estará no nosso site.

"Em meados de 2007 nós da Móveis Lovo Ltda contratamos o Grupo SUPERA para treinamento de nossos colaboradores
e consultoria na área de marketing e padronização de nossas lojas, além destes trabalhos, outros foram desenvolvidos, como:
incentivos para os vendedores, campanhas de vendas, campanha de final de ano, convenção de vendas, comprador misterioso (onde podemos avaliar erros e acertos de nosso atendimento).
tivemos um crescimento em vendas muito acima do mercado e todos estes trabalhos foram executados pelo Eng Lorenzo Busato sempre com muito profissionalismo e dedicação.
Por estes e outros motivos estamos muito satisfeitos com o trabalho realizado e temos a certeza do retorno certo do investimento".
Ricardo André Lovo
Móveis Lovo

Neste cliente utilizamos: treinamentos intensivos em técnicas de vendas com simulações e filmagens individuais, convenção de vendas, avaliação de desempenho, pesquisa de clima organizacional, exercícios para estímulo da criatividade (dinâmicas, concurso de vitrines), cliente oculto, check list comercial e auditoria, calendário promocional, criação de campanhas para os funcionários, medição de indicadores (itens por venda por vendedor, vendas por vendedor, vendas por metro quadrado, entre outros), pesquisa de satisfação com clientes.

domingo, 24 de maio de 2009

MARKETING COM CRIATIVIDADE CUSTA POUCO!

Veja este exemplo de criatividade aplicada a uma propaganda, depois reflita como aplicar criatividade na divulgação de sua empresa. Você encontra este e outros vídeos no YouTube.

video

quarta-feira, 20 de maio de 2009

VALORAÇÃO DE DANO AMBIENTAL DA QUEIMADA DE CANAVIAL



por Dr. Georges Kaskantzis.
O meio ambiente transforma-se naturalmente com o tempo. As atividades culturais, econômicas e sociais do homem influenciam a evolução do meio ambiente e originam impactos benéficos e prejudiciais sobre o mesmo. Os impactos negativos são danos ambientais insignificantes ou significativos alteram os recursos naturais.
O dano ambiental acontece quando determinada ação, omissão ou atividade humana produz uma alteração desfavorável no sistema ambiental. O dano ambiental pode ser analisado por quatros aspectos: manifestação; efeitos; causas e agentes implicados. Esses aspectos são utilizados como referência para avaliar as implicações ecológicas e econômicas do dano ambiental.
As alterações que o dano ambiental causa no ambiente afetam o meio físico e o social. O dano social causa a perda de benefícios fornecidos pelos recursos naturais. O capital natural fornece à sociedade uma série de serviços ambientais, fluxos de matérias e de energia que garantem e melhoram o bem estar da população.
A valoração econômica do dano ambiental deve considerar dois componentes: o dano biofísico e o dano social. O dano biofísico diz respeito às alterações originadas no meio que provocam a deterioração das características dos recursos naturais. O dano social está relacionado aos prejuízos causados à sociedade pela perda ou redução dos bens e serviços ambientais fornecidos pelo capital natural.
Para determinar o dano biofísico é necessário avaliar o tipo da alteração provocada e sua relação com o meio afetado, considerando as suas características e composição no local e na região de influência do impacto. Assim, é necessário caracterizar o recurso afetado e avaliar o nível do seu estado de conservação antes e depois do dano.
A recuperação do estado inicial de conservação do recurso afetado pelo dano implica na execução de uma série de atividades que demandam tempo, materiais e mão de obra. Os custos financeiros desses insumos devem ser cobertos pelo causador da lesão e dependem da magnitude do impacto, do tempo de recuperação do recurso afetado e do nível de restauração desejado.
Para estimar os custos do dano social é necessário conhecer os benefícios que derivam do recurso afetado, antes e depois do dano, para então fazer a valoração econômica. Portanto, é necessário identificar os custos das atividades de recuperação necessárias para conduzir o sistema ambiental ao seu estado inicial de conservação.
As implicações sociais do dano estão relacionadas às perdas de benefícios que derivam dos recursos afetados e custos adicionais que incorrem sobre a população devido aos efeitos adversos decorrentes pela alteração do ambiente, tais como: tratamentos de saúde; perda de renda; de salário e de visitação.
Concluí-se que o dano ambiental provoca alterações desfavoráveis no meio ambiente, e para quantificá-lo é necessário conhecer as características do meio e fazer a contabilidade do capital natural, assim como, dos benefícios que fornece à sociedade. http://geo-kas.blogspot.com

Georges Kaskantzis Neto é professor associado da Universidade Federal do Paraná é atua na área de avaliação e
valoração de danos ambientais, perícia ambiental, análise de riscos, investigação de acidentes ambientais, indústria
do petróleo. Realiza estudos técnico, científicos e consultoria para empresas privadas e instituições públicas do país
e do exterior. kaska@ufpr.br

quinta-feira, 14 de maio de 2009

PALESTRAS MOTIVACIONAIS


O cara toca violão, levanta a galera, faz chorar e rir! Ótima para um teatro mas será que é bom para sua empresa?
Estive (e sempre que dá eu assisto) em uma palestra motivacional aonde o cenário era esse mesmo, no intervalo perguntava o que o pessoal estava achando da palestra (enquanto o palestrante vendia seus livros escrito em letras garrafais e com espaço quádruplo, sem falar nas gravuras de uma página inteira, ou seja uma meia dúzia de texto questionável), o que o pessoal me falava?
Adivinhem...
"Que ótimo!", "Fora de série", "Ele é um show" e por aí vai...

Na segunda parte da palestra o show continuava, tive que estourar balão pra ver se ganhava uma nota de vintão (R$ 20,00), e pular para não parecer chato.

Acho muito boa a movimentação corporal, deixar a emoção aflorar etc, mas ocasionalmente eu participava com uma pequena equipe de um cliente meu de consultoria em vendas, na semana seguinte pedi uma AVALIAÇÃO da palestra da seguinte forma:

Dei uma folha em branco para cada um e pedi para que escrevessem separadamente por itens o que eles aprenderam na palestra de uma maneira bem objetiva, adivinhem o resultado!!!!!!!

Depois no verso pedi para que escrevessem o que tinham utilizado no trabalho (do conteúdo da palestra) e os resultados obtidos, e adivinhem de novo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

NADA !!!!

Toda vez que "mandar" seu "pessoal" para uma "palestra" não deixe de pedir que avaliem desta forma o treinamento ou palestra, se for para dar risada e pular mande em um show de humor que é milhares de vezes melhor e mais bem produzido. Isso quando o "palestrante" não faz mágicas, ou pior COPIA técnicas de outros palestrantes, aí é pra morrer.

Tenho uma sugestão para esse pessoal acessem o site http://www.marboh.com.br/clubedenadismo/ pela avaliação que tive da "palestra motivacional" é o que recomendo, faz bem contra o stress e é de graça.

Nada contra, a descontração faz parte da comunicação, mas quando é só descontração é duro, eu e o empresário medimos as vendas na semana seguinte ao "evento" e de novo NADA!

Procure profissionais com conteúdo, experiência, bagagem e peça para seu pessoal avaliar da forma como recomendo e se surpreenda!

Até a próxima, vou fazer um pouco de nadismo agora.

Lorenzo Busato

segunda-feira, 4 de maio de 2009

GRIPE SUINA ACABA COM CRISE MUNDIAL

É isso mesmo! A gripe suína (que nem é suina) acabou com a crise financeira mundial (que nem é mundial).
Agora ao ligarmos a TV só ouvimos falar nela com todos os detalhes de pandemia e exageros costumeiros que a mídia adora colocar neste tipo de notícia que rende audiência entre os catastróficos de plantão.
Estive palestrando na Segunda Convenção de Vendas de uma rede de lojas de móveis e eletro que atendo como consultor a quase dois anos e mostrei algumas telas do site do principal jornal do Paraná, na primeira como era de se esperar, tragédias, assassinatos e greves, na quarta e quinta tela, aonde só os mais perseverantes chegam, o anúncio da fusão da Perdigão com Sadia que se efetivado vai gerar outra megaempresa multinacional genuinamente brasileira. A outra notícia que me chamou a atenção já na última tela foi que a GM brasileira vai encabeçar o projeto e produção de uma nova linha de veículos e tudo aqui no Brasil, só que notícia boa aparece assim mesmo, em letras miudinhas que quase não aparecem.
Temos que filtrar o tipo de informação que lemos, vemos e ouvimos, nossos neurônios são treinados e condicionados diariamente por tudo isso e por tudo o que fazemos, não vamos cair naquele perfil do catastrófico que já acorda sintonizando o rádio no canal policial e chega no trabalho dizendo: "gente, vocês nem imaginam o acidente que deu hoje...." e sempre tem alguém que acrescenta: "e ainda tinha mais gente no outro carro...".
Mais uma vez, programe metas pessoais nos seguintes campos: familiar, religiosa, financeira, profissional e saúde, programe metas para cinco, dez anos e subdivida em metas anuais, mensais, semanais, sua cabeça automaticamente começa a filtrar o que interessa para você atingir estas metas e "treina" seus neurônios para adquirir habilidades para atingí-las.
Por que nestes campos que comentei? Se não tivermos metas profissionais perdemos o emprego e o nosso campo financeiro é atingido em seguida, sem o financeiro o familiar é abalado, o familiar se abalando vem o stress (campo da saúde) e quando afeta a saúde, falamos: "Meu Deus me ajude" (religioso) aí já pode ser tarde.

OBS.: Ia quase esquecendo: dica para se prevenir da gripe aviária, digo suína, digo qualquer uma... Corra ou ande ou pedale uma hora por dia.

É, é só isso mesmo.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

TREINAMENTO VENDAS PARA O SETOR DE SAÚDE


Participamos da primeira convenção da clínica de fonoaudiologia CLIOF e seus parceiros do Sudoeste do Paraná e Oeste Catarinense. O tema do treinamento foi marketing e vendas para o setor de saúde, como já vimos em posts anteriores abordamos desde a ambientação dos consultórios até técnicas de como lidar com atrasos e outras situações onde o marketing médico pode e deve ser utilizado.

A CLIOF vem utilizando nossos serviços a mais de um ano com resultados em vendas e planejamento estratégico com a expansão de sua base de parceiros na região, orientamos sobre uso eficiente de mídia, treinamento, materiais de divulgação, ponto entre outros.

No atual e competitivo mercado, o planejamento de marketing é essencial para o crescimento da participação de mercado em qualquer negócio.
O ramo da prestação de serviços em saúde está cada vez mais usufruindo das ferramentas de marketing, é claro que dentro das limitações legais e sempre mantendo-se a ética.

Se você presta um excelente serviço no ramo médico, se atualiza, investe em conhecimento e equipamentos, por que não divulgar e disponibilizar tudo isso para sua comunidade? Afinal a sua missão é levar saúde e melhorar a qualidade de vida das pessoas, você tem o dever de compartilhar sua competência com todos, o marketing está aí para te ajudar!

Quer saber como podemos te ajudar? Mande um email para busato@gruposupera.com.br

segunda-feira, 30 de março de 2009

PALESTRA GRÁFICA E EDITORA KAYGANGUE


Estivemos palestrando na última convenção de vendas de nosso cliente Gráfica e Editora Kaygangue, estiveram presentes todos os representantes desta empresa que atuam em todo o Sul do País.
Esta empresa realiza este evento duas vezes ao ano, como já falamos em posts anteriores, o treinamento é a base de tudo, se o mercado encolher, não precisamos acompanhar este encolhimento, é só treinar mais e se diferenciar para ampliarmos nosso market share (participação de mercado) como faz esta empresa constantemente investindo em tecnologias e principalmente em sua equipe.
Não é a toa que é procurada pelos melhores profissionais do ramo.
Parabéns a Gráfica Kaygangue e seus Representantes (com R maiúsculo).
Segue foto de nossa palestra.

sábado, 28 de março de 2009

10 Razões para dizermos que a crise terminou (Stephen Kanitz)

Eu já havia dito que a crise brasileira acabara em janeiro com o crescimento de 96% da produção automobilística.

Agora as 10 razões para dizermos que a crise acabou nos EUA, onde tudo começou:

1. Bancos americanos voltaram a ter lucros. E lucros, pelos acordos da Basiléia, permitem a um banco emprestar 12 vezes este valor. Prejuízos obrigam os bancos a contrair os empréstimos, algo que tenho dito ao longo dos anos, e só piora a crise.

2. A construção de novas casas aumentou 22%, e isso são construtoras arriscando dinheiro. Roubini, o profeta da catástrofe, não arriscou um dólar nas suas previsões, sua fortuna vem de palestras e "papers" vendidos pelo seu site a preço de ouro. Entre um e outro, prefiro as previsões dos construtores.

3. A velocidade da moeda nos Estados Unidos está crescendo novamente. Em 1929, ela despencou.

4. A taxa de ocupação nos aviões americanos está subindo, indicador antecedente que já mencionei aqui que realmente funciona.

5. Varejo nos Estados Unidos voltando a crescer.

6. Preço de carros usados nos Estados Unidos está subindo.

7. 2.500.000 de americanos pretendem casar nos próximos dois anos, e vão faltar casas.

8. O Mortgage Interest Tax Deduction, o absurdo de incentivo fiscal que permite o americano deduzir o juro NOMINAL do IR, e assim baratear quase 50% da compra da casa própria, ainda existe. ENORME incentivo para sair comprando imóveis novamente.

9. A ação do Citi já subiu 200%, de US 1.00 para US$ 3.00 A da AIG, 300%.

10. Paul Krugman continua prevendo que as coisas vão piorar. Quer melhor argumento para apostar justamente o contrário?

Agora só falta os Estados Unidos saírem da crise verdadeira antes do Brasil, com esta "crise" fabricada por alguns exportadores com derivativos excessivos e alguns colunistas que administram hedge funds.

Fonte: O Brasil que dá certo, Stephen Kanitz

terça-feira, 17 de março de 2009

RONALDO FENOMENO DO MARKETING

Que ¨jogada¨a do Corinthians. Contratar um jogador com sobrepeso, desacreditado, CARO!, e com um futuro completamente incerto, para quê?
Comecei ver o porque, estádios lotados, camisas esgotadas, até a pirataria está se vendo louca para repor as mercadorias nos camelôs, como pode um jogador afastado por mais de um ano, com todos os problemas que acompanhamos ter tantos seguidores até hoje, e ainda sem jogar?
Resumo isso tudo em uma palavra: TREINAMENTO!
Para ele se tornar o que é até hoje ele treinou e MUITO, para pessoas assim não existe problemas nem C...E (falei que nunca mais menciono esta palavra), ele trabalhou muito e direito sim, em conjunto com um QI privilegiado para o esporte que adotou (imagine ele em competições de natação).

É uma receita de perfil para o cargo, muita dedicação, AMOR pelo que faz, se não não estaria treinando novamente e dando a cara para bater no mundo inteiro e MUITO MUITO MUITO TREINAMENTO!.

O resultado é um só, no primeiro jogo um gol salvador que a mídia (propaganda) se encarregou de mostrar, no segundo outro gol salvador (idem para a propaganda).

Temos alguns empresários investindo em propaganda e esquecendo do treino (e depois criticam o Romário), daí o resultado não vem e vem a c...e.

Quer lotar seu estádio? (digo loja, empresa, tienda ou o que o valha), contrate pessoas com metas, faça-as se apaixonar pelo seu trabalho e TREINE, TREINE também TREINE, o resultado é certo.

Se sou Corinthiano?





É CLARO!!!

quarta-feira, 4 de março de 2009

Propagandas criativas (video)

Baixe GRÁTIS o livro MARKETING & CRIATIVIDADE CASOS PRÁTICOS no www.gruposupera.com.br vários casos REAIS de consultoria com ferramentas PRÁTICAS para uso IMEDIATO em sua empresa. abs. lorenzo busato

lorenzo busato grupo supera marketing vendas consultoria

terça-feira, 3 de março de 2009

REFORMA ORTOGRÁFICA

Aproveitando a reforma ortográfica gostaria de dar minha colaboração, vamos mudar a palavra "crise" para "trabalhe mais e direito".
Já chega de ligar a tv e escutar esta palavra que na verdade deveria ser banida do vocabulário, juro que é a última vez que comento este assunto.
A programação mental funciona da seguinte maneira: nosso cérebro desenvolve inúmeras "sinapses" entre os neurônios todos os dias de acordo com nosso aprendizado, fazendo um teste: quanto é três vezes quatro? Nem precisa pensar, a resposta vem automaticamente em nossa cabeça porque nós treinamos para isso.
Quanto mais você comenta sobre o assunto supracitado mais sinapses "ruins" você cria em seu cérebro programando-o para sempre ver a pior situação possível em tudo o que você faz, mas o processo é lento tipo o fumo, mata a longo prazo, quando você vê, está instalado em sua cabeça e você cria aquela imagem do profissional catastrófico, que acorda e liga o rádio no programa policial e aí já é tarde.
Resumindo: VÁ TRABALHAR!!!
Aproveitando: Espalhe otimismo e competência, ninguém e nada resiste ao trabalho competente e a pessoas que inspiram os outros, seus clientes precisam disso, de alegria, de otimismo e se espelhar em profissionais iguais a você!
Fechando: Lembre-se de banir esta palavra e este assunto quando falar com clientes, troque por: elogios, novidades, idéias criativas e metas desafiadoras.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...