segunda-feira, 24 de novembro de 2008

MARKETING MÉDICO, ISSO PODE ???

Pode e deve ser feito !
Os médicos têm que seguir obrigatoriamente dois CRM, um deles é o Conselho Regional de Medicina, que regulamenta o exercício da profissão, outro CRM é o Customer Relationship Management, ou Gerenciamento de Relações com Clientes.
O que vem a ser isso? Quantas vezes você recebeu uma ligação da secretária do seu médico? (ou dentista, ou fisioterapeuta, ou fonoaudiólogo, ou ...)

(silêncio)

Após este momento de silêncio, eu respondo: eu recebi uma só vez nesta minha meia vida, mas fez uma diferença enorme, e não foi a secretária que falou comigo, foi o próprio médico! E a receita ilegível? Até hoje só um médico digitou a receita para mim.

Aproveitando que estamos falando de marketing, vou dar outros detalhes:
- A logomarca da sua clínica ou consultório (cores, mensagem passada para os leigos como eu, slogan);
- A placa na entrada do prédio onde se encontra sua clínica (qualidade, limpeza, materiais utilizados);
- O prédio (acessos, limpeza, localização, estacionamento (pago pela clínica, proteção em caso de chuva ou sol, limpeza, piso, iluminação));
- a entrada do consultório (porta de entrada, placa da porta, primeira impressão visual do ambiente);
- som ambiente (imagine um hipertenso a beira de uma crise escutando um rock pauleira ou um "bate estaca" ou até mesmo a rádio local comentando os assassinatos e acidentes do dia);
- Secretária (aqui vale um livro sobre o assunto, esta ou este profissional faz toda a diferença na imagem do profissional que o atenderá depois, aqui vamos formulando a idéia do tipo de experiência que iremos passar), aguns tópicos: tom de voz, uniforme, cabelo, maquiagem, perfume, unhas, oratória, estilo de cobrança, linguagem corporal, o que tem em cima de sua mesa, organização, etc.);
- Sala de espera: certificados e diplomas do profissional normalmente são um passatempo para quem está esperando e trasmite confiança pela atualização do profissional, procure aqui deixar os mais recentes. Banheiro da sala de espera (sem comentários). Uma vez vi em uma sala de espera uma caixa de acrílico com vários crachás de participação do médico em congressos e cursos, estrategicamente colocados em local privilegiado e visível estavam aqueles em que o médico foi ao exterior e outros em que ele foi o palestrante.
- Consultório: A auxiliar desembala na sua frente um lençol para cobrir a maca para a consulta, o médico lava as mãos antes e depois da consulta na sua frente, não vou comentar o estilo, organização da mesa e do consultório, entre outros pontos do profissional.
- O profissional: Roupas debaixo do jaleco, já fui atendido por um prof. desta área com calças jeans surradas e sujas e um sapato tão detonado que fiquei com vergonha por ele, dica básica para impressionar: camisa com gravata (cuidar dos tons, etc). O jaleco, cobramos limpeza de açougueiros em supermercados, sem comentários de novo.
- Lembrei! E a publicidade? Fotos de congressos, releases para imprensa sobre novos procedimentos, revistas que seu público alvo lê (atletas lêem revistas (ortopedia, cardiologia, outros ia)), como exemplo negativo já vi outdoor de um médico disfarçado de homem aranha!

UFA!!! cansei de escrever, isso vai virar um livro logo.

Para quem me diz que médico (e afins) não pode fazer propaganda, aí em cima estão um monte de motivos do mais puro MARKETING, isso mesmo, com letras maiúsculas.

Em tempos de crise, todo e qualquer profissinal que está estabelecido (e cobra por isso) e os novatos (que precisam ganhar espaço) precisam se diferenciar para ganhar a melhor publicidade do mundo, a indicação.
Em exatos 14, 5 minutos lembrei destes pontos, o que pode ser feito se você que trabalha na área dedicar meio dia por ano para seu planejamento?
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...